Domingo, 21 de Dezembro de 2014
   
Texto

Pauta do Dissídio Coletivo 2013 é protocolada

Servidores reivindicam 6,97% de reajuste salarial

 

O Sindicato e a Associação dos Servidores Municipais de Sumaré protocolaram na Prefeitura, nesta terça-feira, 26 de fevereiro, a Pauta do Dissídio Coletivo 2013, aprovada pelos servidores na Assembleia Geral do último dia 18. Para este ano, pedimos reajuste salarial de 6,97%. O índice corresponde à reposição da inflação baseada no INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) medido no período de março de 2012 a fevereiro de 2013.

Nas últimas negociações, o reajuste foi de 9%, decorrente da reposição de anos anteriores. Este aumento está sendo aplicado este ano, sendo 3% em janeiro, 3% em maio e 3% em setembro.

Além do reajuste, ainda reivindicamos vale-refeição para os servidores ativos no valor de R$ 260, e mais 23 itens específicos de algumas categorias, como reestruturação salarial, adicional de risco de vida aos salários e redução na jornada diária de trabalho.

A Pauta de Reivindicações 2013, construída pelo Sindicato e pela Associação dos Servidores Municipais de Sumaré com a participação dos próprios servidores, foi aprovada por unanimidade pela categoria que também elegeu uma Comissão com 03 servidores – das pastas de Serviços Públicos, Saúde e Educação – para atuar junto com o Sindicato nas negociações do dissídio.

Esperamos receber a contraproposta da Prefeitura dentro de um prazo de 15 dias para apresentá-la aos servidores em nova assembleia. A expectativa é de que a pauta seja fechada em março em razão da data-base da categoria, que é neste mês. Uma cópia das reivindicações também foi protocolada na Câmara de Vereadores e no DAE (Departamento de Água e Esgoto).

 

Reunião

No último dia 19, nossas diretorias se reuniram com a prefeita de Sumaré Cristina Carrara para conversar sobre a pauta do Dissídio Coletivo deste ano e apresentar a Comissão formada pelos servidores. A chefe do Executivo anotou os pontos abordados e prometeu agilidade na resolução de problemas que afetam a categoria.

 

Veja os itens da pauta aprovada pelos servidores na Assembleia do dia 18/02/2013:

 

- Reposição Salarial baseada no INPC, medido de março/2012 a fev/2013, de 6,97%;

- Vale-refeição para os servidores ativos de R$ 260,00;

- Reestruturação das carreiras das Recreacionistas Infantil e Auxiliares de Recreação Infantil adequando suas carreiras dentro da proposta da Lei de Diretrizes e Base da Educação e do FUNDEB;

- Aplicação imediata da Lei 11.738 para os professores do Magistério e demais carreiras nas quais houver o cargo de professor;

- Equiparação dos salários dos Técnicos de Contabilidade aos do mesmo cargo que atuam na  contabilidade do DAE;

- Equiparação dos salários e jornada de todos os profissionais de nível superior da Saúde (biólogo, farmacêutico, fisioterapeuta, psicólogo, terapeuta ocupacional e fonoaudiólogo);

- Regulamentação da jornada para todas as categorias que trabalham12x36 horas (Cemitério, Saúde, SMMUR, etc) feita por decreto, uma vez que já exercem tal jornada sem a devida regulamentação;

-Fornecimento de refeição para todos os servidores da Saúde que estiverem em regime de plantão;

-Equiparação salarial do Professor Social aos dos professores da rede do Magistério municipal, já que esses profissionais exercem a mesma atividade de professor;

- Adicional de Risco de 30% aos servidores operacionais da SMMUR (pintores, agentes de serviços públicos, etc);

- Implantação do Adicional de Risco de Vida de 30% aos profissionais de enfermagem e médicos do SAMU;

- Mudança de nomenclatura dos motoristas do SAMU e Motorista Classe Especial Saúde para Motorista Classe Especial SAMU para garantir a permanência desses profissionais na Unidade.

- Aumento de salário e redução na jornada de trabalho para 6 horas diárias dos Agentes Comunitários de Saúde, Agentes de Endemias e Agentes de Zoonoses;

- Adicional de periculosidade para Controladores de rádio da Secretaria Municipal de Segurança Pública;

- Equiparação Salarial dos agentes de serviços públicos equiparando-os aos auxiliares administrativo e agente de limpeza e conservação por igualdade de atribuição;

- Equiparação dos Salários dos Eletricistas aos dos Mecânicos;

- Aumento de salário dos cargos de Fiscal Municipal, Técnico de Cadastro e Lançamento e Agente de Planejamento Urbano – devido o cargo de Economista ter sido alterado observou-se uma desigualdade nessas carreiras.

- Adequação na carreira do cargo de Agente de Trânsito e Transporte, equiparando os salários e adicionais de periculosidade ao do cargo de Guarda Municipal;

- Pagamento de prêmio de incentivo aos cargos de Agentes Comunitários de Saúde, Agente de Endemias e Agentes de Zoonoses e outros cargos afins;

- Extensão do benefício auxílio-saúde para os dependentes e para todos os servidores independentemente da comprovação da existência de convênio médico por parte do servidor;

- Aumento de salário e redução na jornada de trabalho de 8hs para 6hs diárias nas carreiras de Recepcionista e Auxiliar de Recepção;

- Redução na jornada de trabalho de 8hs para 6hs diárias sem redução de salário para os cargos de Serviços Gerais, Auxiliar de Limpeza e Conservação e Agente de Limpeza e Conservação;

- Redução na jornada de trabalho de 8hs para 6hs diárias sem redução de salário para os profissionais com exigência de Ensino Médio;

- Adicional de Risco de 30% aos motoristas de caminhão Muck e carreta, em razão da diferença de atribuição para os motoristas de classe especial de obras e do DAE;

- Equiparação salarial dos Auxiliares de Recepção aos das Recepcionistas em virtude da realização das mesmas atribuições e tarefas.

Acesso ao Usuário